Nip/Tuck S3

kimbertk3.jpg

Nip/Tuck é uma série muito interessante, que quebra alguns tabus, que apresenta a realidade de formas diferentes, que não tem medo de arriscar. Mas na season 2 achei que exageraram de tal maneira que já não era possível reconhecer as personagens. (Nunca, mas nunca mais, conseguirei olhar para a Jean Grey sem pensar na Ava da Famke Jannsen. Sigh…) Assim, não estava com grandes expectativas para a terceira temporada, mas fiquei surpreendida. Até gostei.

Gostei de ver um Sean (Dylan Walsh) mais parecido com si mesmo: ainda com muitas dúvidas existenciais, mas já mais controladinho. Gostei de ver o Christian (Julian McMahon) a encontrar a sua cara metade (quem diria que seria esta!), gostei de ver a Julia (Joely Richardson) finalmente a fazer qualquer coisa da sua vida. Adorei o visual da série (os cenários, o mobiliário, as casas, e até gostei da história do Carver, cuja identidade adivinhei logo de início, mas que ainda conseguiu dar umas dúvidas ali no final.

Só tive pena de duas coisas: aquele final extremamente forçado (como se fosse possível enganar todos daquela maneira!) e do Matt (John Hensley) continuar a ser o miúdo idiota que é. A. sei que o teu ódio pessoal é pela Julia, mas eu continuo na minha – livrem-se do Matt, por favor!

(E como sou curiosa, já andei a cuscar a season 4, e parece que vai haver grandes mudanças. Hum…)

Anúncios