Burn Notice S1

burn notice

Know what it’s like being a spy? It’s like being in a dentist’s office twenty-four hours a day. Read magazines, have coffee, and every so often, someone tries to kill you.

Dorothy, Blanche, Rose e Sophia, Sonny e Rico, Sean e Christian, Horatio, Dexter. O que têm em comum todas estas personagens tão diferentes? A sua cidade, o local a que chamam lar: Miami. Terra do sol, da praia e das mulheres em bikini, este é um local idílico para a maioria dos comuns mortais, mas um pesadelo para Michael Westen (Jeffrey Donovan).

O que acontece a um espião quando é despedido? Ele é queimado: todas as suas identidades são apagadas, as suas contas congeladas, entra para as listas negras das agências internacionais de espionagem e é forçado a desenrascar-se na cidade onde o abandonam. Para Michael, a situação é ainda pior: não sabe porque foi despedido, não tem recursos, e é forçado a trabalhar como detective privado para poder sobreviver numa cidade que odeia, uma cidade onde a mãe Madeline (Sharon Gless), uma hipocondríaca e fumadora inveterada, o pode chatear a qualquer hora do dia e onde o irmão mais novo Nate (Seth Peterson) se mete em embrulhadas constantes. Mas como qualquer ex-espião que se preze, Michael não vai baixar os braços e aceitar o seu destino: com a ajuda da ex-namorada Fiona (Gabrielle Anwar), uma terrorista do IRA com uma grande apetência para as armas e as explosões, e de Sam (Bruce Campbell), um espião reformado que aproveita o seu tempo em Miami a seduzir mulheres ricas, Michael vai tentar resolver o mistério do seu despedimento e regressar ao activo.

Excitante e divertida, “Burn Notice” combina acção, intriga, romance e humor de forma exímia, nunca nos dando um momento para descansar. Os casos apresentados ao longo dos doze episódios que constituem a primeira temporada, que variam de protecção de testemunhas a guerras de droga, de raptos a esquemas de prostituição clandestina, podem não ser os mais originais, mas com ajuda de um elenco competente, uma acção rápida e várias dicas e vídeos de instruções sobre como sobreviver neste mundo tão perigoso, conseguem transformar esta que poderia ser apenas mais uma série de acção numa das histórias de espiões mais interessantes dos últimos anos. E com o mistério que envolve Michael ainda em aberto no final de “Loose Ends”, a segunda temporada promete trazer mais grandes histórias passadas nesta idílica Miami.

Anúncios