The Big Bang Theory S1

Sheldon: “We’re gonna start season two of Battlestar Galactica”
Leonard: “We already watched the season two DVDs.”
Sheldon: “Not with commentary.”

Os geeks e os nerds parecem estar a voltar aos seus tempos de glória. Depois de serem rebaixados anos a fio, de sofrerem às mãos dos quarterbacks da terra, de terem sido suplantados pelos desportistas radicais e ultrapassados por todos os miúdos fixes da escola, estão agora a dar as cartas na televisão americana. Num ano em que Chuck chegou, viu, e venceu, entram igualmente em cena Leonard e Sheldon neste The Big Bang Theory.

Leonard Hofstadter (Johnny Galecki) e Sheldon Cooper (Jim Parsons) são dois físicos brilhantes. Viciados em computadores, banda desenhada, jogos de vídeo e ficção científica, não se preocupam muito em ser fixes, quando podem perfeitamente resolver os grandes mistérios científicos da humanidade. Isto é… até ao dia em que conhecem a nova vizinha do lado, Penny (Katie Cuoco), a típica menina (loura burra) americana, acabada de chegar à cidade, que irá provocar muitos estragos na vida até agora relativamente pacífica destes dois amigos.

Se há maneira perfeita para uma série nova chamar a atenção, é fazendo um pequeno elogio logo no primeiro episódio à grandiosa Battlestar Galactica, lugar cimeiro da lista dos favoritos deste cantinho. Infelizmente, isso nem sempre é suficiente para convencer. Mesmo se o coração geek que por estas bandas bate se diverte com as aventuras dos quatro amigos, com o completo desfasamento da realidade de Sheldon, com a curiosa inibição de Rajesh Koothrappali (Kunal Nayyar) e a divertida perversidade de Howard Wolowitz (Simon Helberg), indubitavelmente a melhor personagem da série, a verdade é que não aguenta os momentos de completo aborrecimento que são todas as cenas dedicadas a Leonard e à sua paixão não correspondida por Penny.

Com uma premissa pouco ou nada inovadora, piadas que não o chegam a ser, e personagens principais que, de tão estereotipadas, não conseguem granjear qualquer simpatia, The Big Bang Theory resulta numa série que não se destaca e que, por isso, não custa largar – mesmo quando nos força a admitir que sim, também deste lado já se proferiu o diálogo acima citado.

Advertisements

3 thoughts on “The Big Bang Theory S1

  1. Gostos não se discutem. Dentre o que tenho visto de séries de comédia é a minha favorita.
    Talvez pelas piadas de Bd, Cinema, tv e algumas mais underground.
    Prefiro ao humor que por vezes não me faz rir de How i Met Your Mother.
    Uma das séries do ano, para mim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s