The IT Crowd S1

theitcrowd01.jpg

Have you tried turning it on and off again?

Há uns tempos atrás o mundo devia andar louco. Sim, porque quando se afirma que a Paris Hilton é geek porque (pasmem), tem uma PSP (cor de rosa), é sinal que o mundo está de pernas para o ar. Que o apocalipse está a chegar. Que os deuses devem estar loucos. Que a pessoa que fez esta afirmação nunca viu The IT Crowd.

Nos escritórios das Indústrias Reinholt, num dos bairros mais importantes de Londres, encontra-se uma cave escura, poeirenta e atafulhada, onde se escondem os dois funcionários do apoio técnico. Roy (Chris O’Down) é um informático preguiçoso, que não gosta de ser incomodado e, muito menos, de atender as chamadas irritantes dos colegas dos andares superiores, que resolvem sempre interromper-lhe as leituras de comics diárias. Já Moss (Richard Ayoade) é mais prestável, mas a sua sabedoria técnica é limitada por uma inabilidade em lidar com pessoas e situações reais. Embora essenciais para o bom funcionamento da empresa, Roy e Moss sentem-se desprezados pelo director Denholm Reynholm (Chris Morris) e odiados pelo restante pessoal, razão pela qual se recusam a fazer os trabalhos mais simples. Mas a vida dos dois vai-se complicar com a chegada de uma nova colega. Eficiente, sociável, activa, Jen (Katherine Parkison) podia ser essencial para melhorar o serviço e as relações do apoio técnico com a empresa, não fosse um pequeno problema: não perceber nada de computadores.

Divertida e caricata, esta nova comédia do Channel 4 tem os seus melhores momentos quando presta homenagem à cultura geek e nerd. Das t-shirts de Roy aos autocolantes que proclamam que o MP3 não é um crime, dos Spectrums aos filmes série B, são os pequenos detalhes que a tornam única, mas que, ao mesmo tempo, lhe causam alguns problemas: quando as histórias se tornam mais mundanas, quando saem da esfera da cave e se juntam ao mundo real, as histórias deixam de ser tão interessantes. Tal como as suas personagens, o forte dos autores é o mundo geek e nerd, e não o mundo real.

Comparando com a obra prima do Channel 4 que é Spaced, The IT Crowd é muito menos interessante, mas tem os seus momentos, daqueles que nos obrigam a admitir que sim, também nós já fizemos aquilo… como comprar duas versões dos livros do Harry Potter.

Advertisements

5 thoughts on “The IT Crowd S1

  1. Pingback: Personal Computers and Tech News » The IT Crowd S1

  2. Vi o primeiro episódio e não me agarrou para ver o segundo. Sou muito selectivo no que toca ao humor britânico. Para mim, não tem meio termo: ou é muito bom, ou é uma trampa autêntica. E como no final do primeiro não fiquei deliciado, siga a dança que se fez tarde 😉

    Beijinhos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s