Six Feet Under S1

sixfeetunder.jpg

“Your father knew exactly what he was doing.
He wanted everybody happy, and we will be happy.”

Há séries que nos agarram desde o primeiro minuto, a primeira imagem. Esta foi a primeira.

Six Feet Under é um drama que explora as relações humanas no seio de uma família de agentes funerários. Cangalheiros, se quisermos ser politicamente incorrectos. O regresso do filho pródigo, Nate Fisher (Peter Krause), promete trazer mais um Natal em família. Mas um trágico acidente de carro vai mudar toda a dinâmica familiar: a família que sempre lidou com as mortes dos outros, vai agora ter de aprender a lidar com a sua própria perda. E cada um vai fazê-lo de forma diferente: Ruth Fisher (Frances Conroy) assume os seus erros, Claire Fisher (Lauren Ambrose) tenta descobrir quem, é enquanto que David Fisher (Michael C. Hall) apenas quer continuar a sua vida dupla. A complicar mais esta situação estão a misteriosa Brenda Chenowith (Rachel Griffith) e a sua estranha família, o fiel aprendiz Federico Díaz (Freddy Rodriguez) e o polícia Keith Charles (Matthew St. Patrick) amante secreto de David.

Na primeira season fala-se de morte, drogas, homossexualidade, alienação familiar, doenças psiquiátricas, divórcio, bancarrota, traição. Todos os assuntos tratados de forma natural, sem grandes alaridos. De forma real (ou, pelo menos, tão real quanto o é possível nesta família.) Mas sempre sem pudor, e sem dispensar um humor mordaz que consegue abstrair-nos das situações mais deprimentes.

O humor é um dos pontos altos desta série. Alan Ball já tinha conseguido mostrar o seu humor negro em American Beauty, mas nesta série consegue superar-se. Por estranho que pareça, a maioria do humor vem da personagem de Francês Conroy. Sem se aperceber, é ela que tem as melhores deixas, talvez porque pela primeira vez Ruth Fisher é confrontada pelos seus demónios e pela promessa duma vida solitária, sendo obrigada a procurar um novo caminho.

Six Feet Under promete mostrar a vida humana tal como ela é… com um princípio, um meio e, especialmente, um fim. E ao longo das suas cinco temporadas conseguiu fazê-lo. Esta maratona da família Fisher ainda agora começou, mas é com prazer que vou recordar todas as histórias.

Anúncios

11 thoughts on “Six Feet Under S1

  1. ok e complicado falar de uma das minha all time favorites, mas vou tentar!ok esta e a serie q mais me inspirou para começar a escrever, devido a sua intensidade dramatica e aos seus dialogos fabulosos q nos fazem ficar “epa yyyyyyyyaaaaaaaaaa, ja tinha pensado nisto, era mm nestas palavras q me keria exprimir”, se houvesse serie q gostaria de ter inventado seria esta, se houve dialogos q gostaria de ter escrito, estão nesta serie, apesar de se ter perdido lá para o meio das temporadas a serie rapidamente retornou ao seu rumo e mostrou me q a vida é realmente boa qd estamos vivos e me ensinou a aceitar a dura realidade q é: “everything ends”(dps percebes)

  2. Claro que os viciados não podiam de deixar de cá vir deixar a sua opinião, não é?
    Mas vá, eu perdoo, porque também eu sou fã.
    Maratona de 6FU continua esta semana. 🙂

  3. É algo que nos agarra sem dar por isso,Eu vi uns 2 episodios perdidos na tv so agora começei a seguir MESMO.Vou começar a ver hoje a 2temp.

  4. socorro!alguém que diga, por favor, onde e quando está a passar a série! vi poucos episódios da última temporada e sinto a minha vida mais pobre por cada episódio que perco!

  5. Tem algum site com os diálogos em inglês desta série?
    Eu tenho um site com os diálogos do Seinfeld, se tivesse do Six Feet Under seria muito bom. Por acaso vc sabe de algo assim? Ou é pedir muito? hehe Abraço.

  6. Terminei esta temporada agora e devo dizer que nunca pensei ficar tão “agarrado” assim. Simplesmente fantástica. Vi-a em 3 dias e já aqui tenho o dvd da segunda temporada que devo começar amanhã.

      • Pois, ainda não posso afirmar, mas posso ver que é mesmo isso que é. Estava já a uns tempos a decidir se via ou não esta série. Bem dita a hora que li este teu texto (já o tinha lido antes, mas reli-o à cerca de uma semana e decidi-me por ver a série). É como o que dizes, todos os assuntos abordados de uma forma tão natural. Estou mesmo fascinado :p

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s