Dexter S1

dexter.jpg

A Showtime parece querer desafiar a HBO como a rede televisiva com as séries mais inteligentes dos últimos tempos. Depois da grande descoberta que foi Weeds, Dexter foi outra grande surpresa.

Baseada nos livros de Jeff Lindsay (alguém tem, por acaso?), nesta série somos apresentados a Dexter Morgan (Michael C. Hall), um técnico de laboratório especialista em sangue, que trabalha para a polícia de Miami. Dexter é introvertido e tem problemas em relacionar-se com os outros, quer na sua família, no trabalho, ou com a própria namorada Rita (Julie Benz).

Mas Dexter esconde um grande segredo… ele é, na verdade, um assassino em série. Não um assassino em série qualquer, no entanto… não: Dexter rege-se por um código de conduta que não lhe permite matar indiscriminadamente, mas apenas sacrificar aqueles que escaparam das malhas da lei, executando assim um pouco da sua visão de justiça poética.

Ao longo dos doze episódios que constituem esta primeira temporada, vamos descobrindo a vida de Dexter, vendo como tenta lentamente começar a lidar com os que o rodeiam, ao mesmo tempo que procura desvendar o mistério do Ice Truck Killer, um novo assassino que está a deixar Miami em pânico.

Só o tema principal da série bastava para chamar atenção, mas é a interpretação de Michael C. Hall como Dexter que a leva para uma nova dimensão. Nesta nova interpretação, que já lhe valeu uma nomeação para os Globos de Ouro, Hall consegue fazer-nos esquecer os fatos pretos de David Fisher do saudoso Sete Palmos de Terra e vibrar com as pequenas conquistas de Dexter.

Uma série excelente, e que promete regressar em grande com uma segunda temporada.

E para quem já terminou… adivinharam quem era o assassino? O que acharam daquele final? Estou em pulgas para a próxima temporada!

Advertisements

5 thoughts on “Dexter S1

  1. Adorei esta série, muito original e um Michale C- Hall em grande. Por acaso já suspeitava do assassino mesmo antes dos 1º indicios, algo no comportamento dele me pareceu estranho.

  2. Estava a ver que nunca mais comentavas 🙂
    Eu adorei o final e também já desconfivada da identidade do assassino, não percebi foi logo a relação dele com o Dexter.
    Esta é sem dúvida a minha série favorita deste ano. E adoro o Michael 🙂

    Já agora, a Virgulina comprou já alguns livros da série. Como vens para Lx, podes cravá-la 😉
    Bom Natal! :-*

  3. Eu acho muito mal, tive de mudar de computador e não tive tempo de passar nada para DVD, ou seja, ainda não vi o final do Dexter, faltam-me os dois últimos episódios.
    Eu desconfiei da identidade do assassino quando a T. disse que era alguém conhecido, fiquei logo com a pulga atrás da orelha. A relação dele com o Dexter foi uma das coisas que me passou logo pela cabeça, no episódio do pai biológico (sim, eu ainda não vi mas já sei um bocadinho mais). ;o)
    E quanto aos livros, encomendei o primeiro da Amazon, se gostar, encomendo logo o segundo. Portanto portem-se bem, enquanto eu me vou também portando porque ainda não está comigo, mas em mãos fantasmagóricas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s